Pesquisas em andamento

INICIAÇÃO CIENTÍFICA

No Tempo do Gaivota: memórias e visibilidades LGBT/Queer

A presente pesquisa está sendo desenvolvida no segmento da graduação do Departamento de Artes e Design da PUC-Rio, no Laboratório da Representação Sensível, junto ao Grupo Barthes, que visa instrumentalizar o design para a construção de memórias e visibilidades queer. Tendo como ponto de partida a extinta casa noturna Gaivota, a pesquisa pretende discutir e potencializar a construção de espaços, memórias, redes de afetos e visibilidade LGBT/Queer no Rio de Janeiro desde as décadas de 1980 e 1990, em suas relações com o tempo presente.

Integrantes: Denise Berruezo Portinari – Orientadora / Catarina Lara Resende Ribeiro – Bolsista / Lucas Sousa dos Santos – Bolsista (Bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC).

Prêmio Destaque de Iniciação Científica  de 2019 pelo Centro de Teologia e Ciências Humanas .

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Projeto de pesquisa

Ações para inovação social e/ou tecnológica na América Latina

Este projeto é a continuação ampliada das ações iniciadas em 2007, com a implementação de um acordo de cooperação firmado com a Pontifícia Universidade Católica de Valparaíso (Chile). Em 2013, esse acordo serviu como modelo para o desenvolvimento de ações similares junto à Universidad Iberoamericana (México). Iniciada com uma exposição promovida pelos parceiros chilenos no campus da PUC-Rio em 2008, essa rede de cooperações resultou na qualificação, de seis docentes atuantes na Escuela de Arquitectura y Diseño da PUC-Valparaíso, e oito docentes do Departamento de Diseño da Universidad Iberoamericana, através da implementação de Programas de Turma Especial de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado), entre 2010 e 2017, periodo em que foram desenvolvidas diversas ações cooperativas de pesquisa e eventos científicos envolvendo discentes e docentes da PUC-Rio, PUC-Valparaíso, Iberomericana e Rede AUSJAL. Mais recentemente, as ações tem focalizado o desenvolvimento de publicações conjuntas, com duas coletâneas no prelo com previsão de publicação em 2019, a continuação e ampliação das cooperações com o Chile, México e com outras instituições integrantes da rede AUSJAL, e a participação de docentes e pesquisadores da PUC-Rio no desenvolvimento de Programas de Pós-Graduação em Design e Arquitetura no Chile e no México. O foco de tais ações tem sido a valorização e o intercâmbio de saberes e metodologias em Design e áreas afins, oriundos das diferentes culturas acadêmicas e profissionais de cada um dos países e instituições envolvidas no acordo..
Situação: Em andamento.

Integrantes: Denise Berruezo Portinari – Integrante / Nilton Gamba Junior – Integrante / Luiza Novaes – Coordenadora.

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

A PrEP no Rio de Janeiro: A recepção da profilaxia pelos usuários da profilaxia no HM Rocha Maia.

Esta pesquisa de pós-doutorado pretende estudar a de terapia pré-exposição ou PrEP, através da análise da relação dos usuários da profilaxia com essa nova ferramenta de prevenção ao HIV/Aids. Apesar de ser uma prática relativamente recente, a terapia é recomendada pela OMS como ferramenta de prevenção para populações LGBTT. Desde 2006, países das Américas, África e Ásia vêm pesquisando a PrEP de maneira continua. Em 2014, os Estados Unidos passaram a utiliza-la como política pública de saúde, portanto, sua participação no mecanismo da prevenção a Aids é cada vez mais presente. Porém, ainda existem poucos estudos sendo conduzidos no sentido de se pensar a relação que os usuários estabelecem  com essas políticas de prevenção e os impactos em suas vivências cotidianas.

Integrantes: Simone Marie Berthe Medina Wolfgang – Coordenadora / Denise Berruezo Portinari – Integrante.

As noções de “desejo” e “necessidade” no design de moda e suas implicações na compreensão do design como produção social.

A prática do designer de moda é tida, pelos pares do Campo do Design e de modo hegemônico, como responsável pela produção industrial de produtos de moda. A finalidade social dessa prática profissional seria responder aos “desejos” e “necessidades” dos indivíduos. Sob a ótica de que eles não existem naturalmente, analisaremos como estes “desejos” são produzidos,  a classe social que o Design de Moda visa atender e como a estas “crenças” hegemônicas influenciam a compreensão do design como produção social.

Integrantes: Amanda Netto Noguera – Integrante / Alberto Cipiniuk – Orientador.

O corpo e a cidade

Pensar a gentrificação territorial urbana como uma gentrificacão dos corpos e das corporalidades, A pesquisa visa constituir uma matriz teórica para a exploração de diferentes casos: 1. a gentrificacão territorial dos espaços queer e a gentrificacão concomitante dos discursos e experiências LGBT. 2. As transformações territoriais, econômicas, ttécnicas e culturiais ocorridas ocorridas nas academias de ginástica do Rio de Janeiro nos últimos vinte anos, resultando na perda da cultura da antiga “ginástica localizada de academia do Rio de Janeiro”, proposta por Jefferson (1990) como um bem cultural imaterial da cidade. 3. As práticas e os discursos dos body-mods contemporâneos, e suas relações com a cidade e o ambiente urbano. 4. As transformacões ocorridas nas moradias e nas vidas das idosas ex-internas da Colônia Juliano Moreira. a partir da desativacão do antigo manicômio.

Integrantes: Denise Berruezo Portinari – Coordenador / Fernanda Coutinho – Integrante / Guilherme Altamayer – Integrante.

Pesquisas de doutorado

A mesa de refeições – heterotopia do convívio idiorrítmico. 

Elizabeth Franco; Denise Berruezo Portinari (orientadora). 

Em uma investigação estético-política no campo da arte contemporânea, esta pesquisa tanto mapeia e obras quanto propõe novas ações artísticas em trono da mesa de refeições. De cunho participatório, as ações propõem à problematização do comer junto, do que se come, como se come, do que é comida e o que é alimento. As analises teóricas são feitas através da lente de pensadores como Roland Barthes, Michel Foucault, Hannah Arendt, Jacques Rancière e Claire Bishop.

Palavraschave Estética, política, Arte contemporânea, mesa de refeições   

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Tropicuir. Artes e políticas transviadas: memória e arquivo, uma questão de design político.

Carlos Guilherme Mace Altmayer (Bolsista CNPq); Denise Berruezo Portinari (orientadora).

Pesquisa ativista que investiga as relações entre artes e design como práticas políticas sexo e gênero dissidentes no Brasil na década de 2010. Uma investigação participante que se propõe, a partir de uma série de experiências de campo – mostras de arte, encontros, residências artísticas, leilão de arte, pensar práticas de arquivo como salvaguarda de memórias transviadas como um problema de design político. 

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Ativismo poético: insurgências constelares no Brasil das duas primeiras décadas do século XXI

Pedro Caetano Eboli Nogueira (Bolsista Capes março/2017 a julho/2019; Bolsista FAPERJ Nota 10 agosto/2019 a março/20121); Denise Berruezo Portinari (orientadora).

A presente tese se destina a pensar algumas relações entre design, arte, política e movimentos sociais a partir de uma constelação de trabalhos e exposições de arte produzida no eixo Rio-São Paulo entre 2004 e 2018. Cada capítulo da tese aborda uma manifestação estético-política específica, discutida a partir de uma questão polêmica que ela permite explorar. Tencionamos abordar algumas das polêmicas que estão candentes nas discussões sobre arte, design e política, sempre relacionando com os acontecimentos da história recente.

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

O Royal Wax Hollandais e o corpo imaginário de uma nova Africanidade na cidade do Rio de Janeiro das primeiras décadas do século XXI

Isabel Martins Moreira; Denise Berruezo Portinari (orientadora).

A biografia do “Royal Wax Hollandais”, tecido fabricado na Holanda, que se transformou em símbolo de pertencimento ao continente africano atravessa séculos e continentes, da Ásia às Américas. Este trabalho busca entender como um tecido produzido na Holanda vai se transformar em símbolo do pan-africanismo e, depois, como ele age na construção de um corpo imaginário de uma nova Africanidade no Rio de Janeiro das primeiras décadas do século XXI

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Design especulativo: conjecturas ficcionais entre arte e design.

Rafaela Lins Travassos Sarinho (Bolsista Capes PROSUP); Carlos Eduardo Félix da Costa (orientador)
Bolsista Capes

Pensar trabalhos ficcionais dentro da arte contemporânea e do design, mapeando práticas disruptivas. O objetivo principal é o de refletir sobre o estar no limiar, ou seja, especular possibilidades e lugares que escapem da visão tradicional do design. Busca-se refutar esse lugar de “ciência” do design que o coloca como mediador do mercado, e tentar pensar como um campo que pode ir mais além, ou seja, aquele que rompe com a própria tradição. Trata-se de especular sobre a possibilidade e experiência da criação de um universo ficcional que possa ser materializado do ponto de vista de criação de objetos, de projeto, de novas narrativas.

Pesquisadora vinculada ao Núcleo de Estudos da área de Comunicação e Artes – Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Pesquisas de mestrado

Descolando Gênero e Sexualidade: uma investigação sobre processos feministas de subjetivação e estudo de caso dos grupos de Consciousness-Raising 

Eva Rubens Célem (Bolsista CNPq ; Período sanduíche como Visiting Scholar pelo convênio PUC-Brown (Financiamento interno da PUC-Rio) ; Denise Berruezo Portinari (orientadora).

Este projeto busca empreender uma genealogia e análise crítica de processos feministas de subjetivação, utilizando de ponto de partida uma experiência que faz parte da trajetória da pesquisadora, e o estudo de caso dos grupos de Consciousness-Raising (C-R) do feminismo americano dos anos 70. Pretende-se compreender o funcionamento da dinâmica dos grupos de C-R, e pensar criticamente, a partir de autores pós-estruturalistas, pós-colonialistas e da teoria queer nas implicações políticas e subjetivas dessas ferramentas e práticas de subjetivação feministas.

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

O furo no design: a prática estética para nada

Maria Ramiro Melo Negreiros; Denise Berruezo Portinari (orientadora).
Bolsista Capes.

O furo no design é uma pesquisa que visa analisar a relação da angústia com a representação, e portanto questiona se é possível tornar presente o que se apresenta reiteradamente como uma falta. A pesquisa se desenvolveu através de práticas teóricas concomitante com práticas artísticas, e apenas pela comunhão dessas práticas que foi possível circunscrever o tema da pesquisa. Sendo assim, foi possível observar as relações entre estética e os conceitos guias: o furo, o vazio, o buraco e nada. Tais conceitos carregam uma vastidão ontológica e, portanto, estão presentes em discussões filosóficas, psicanalíticas e em manifestações artísticas.

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Poéticas de deslocamento: práticas artísticas no corpo cotidiano

Lucas Vieira Demps Jorge Ribeiro (Bolsista CNPq); Denise Berruezo Portinari (orientadora); Carlos Eduardo Félix da Costa (co-orientador)

A pesquisa se propõe a investigar a relação entre estética e formatividade, ou produção de materialidade, através de um estudo sobre o embaçamento de fronteiras entre práticas artísticas e processos cotidianos. Para tanto, é conduzida uma pesquisa teórico-prática que visa tecer um diálogo entre práticas artísticas que objetivam a ‘perturbação’ de processos cotidianos, aqui entendidas como aquelas que se apoiam em uma poética de deslocamento (conceito a ser elaborado nesta dissertação), e um entrecruzamento de discursos teóricos sobre estética e suas manifestações no mundo humano.

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

O HIV sob os holofotes da moda

Carlos André Luis Sampaio do Nascimento ; Denise Berruezo Portinari (orientadora)

A pesquisa se propõe a examinar a relação da moda com o HIV/Aids, buscando analisar como os discursos produzem/reproduzem os valores presentes na sociedade. Sendo assim, as campanhas de moda sob a temática da Aids produzidas pela Benetton nos anos 90, serão abordadas levando em conta sua capacidade política, sem perder de vista à veiculação/ difusão do HIV na mídia. Esta pesquisa se propõem a ampliar reflexões sobre estética e imagem corporal a partir do entendimento de que a moda é um objeto político, social e cultural.

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

A representação da violência contra a mulher em jogos digitais.

Tamyres Lucas Manhães de Souza (Bolsista Capes); Denise Berruezo Portinari (orientadora); Maria das Graças de Almeida Chagas (co-orientadora)

Como se dá a representação da violência contra a mulher em jogos digitais? Por que há a perpetuação e a banalização desse tema na narrativa dos games? Como as relações de poder produzem esse efeito? Há como modificar esse cenário? O objetivo geral é investigar como as relações de poder se dão dentro do universo de jogos digitais e como elas moldam sua produção e consumo. Os objetivos específicos são: mapear as problematizações levantadas na literatura especializada a cerca da representação da violência contra a mulher em jogos digitais; mapear as soluções propostas pela literatura especializada a cerca dessas problematizações; investigar as possibilidades de modificar as relações de poder dentro do game design. 

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Coisas de mulher: materialização e performances do feminino nas drag queens

Talita Meier Marques Rodrigues; Denise Berruezo Portinari (orientadora)

Esta pesquisa propõe uma discussão sobre a materialização dos marcadores de gênero no uso de corpo e objetos para construção da figura feminina. Para tal, procuramos entender a performance de drag queens como um processo de concepção de personagem que objetiva representar o feminino. Buscamos compreender como estes estereótipos se apresentam no imaginário e de que forma a cultura material dá corpo a eles.

Departamento de Artes & Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.